Use camisinha, sim! Ações em CG destacam Dia de Luta Contra a AIDS:

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Dia 1º de dezembro é dia mundial da luta contra a AIDS. Aqui no Mato Grosso do Sul, o número de mortes por conta da doença aumentou, mas no restante do Brasil a média de casos resultantes em falecimentos diminui, assim como o número de infecções. Apesar disso, foi registrado o aumento do número de pessoas que buscam pelo tratamento contra o HIV, um recorde no ano passado: mais de 20 milhões de brasileiros.

Para o infectologista Maurício Pompílio, o aumento na busca de tratamento se dá pela maior facilidade de acesso ao diagnóstico. O médico e professor explica, em entrevista ao Café Com Blink desta quinta-feira (29), que, atualmente, o teste da AIDS é rápido e gratuito. Pode ser realizado em qualquer posto de saúde, mediante apresentação de documentos pessoais.

Dr. Maurício destaca a importância do uso do preservativo, não apenas para prevenção da transmissão do vírus HIV, como também para evitar outras infecções, como a sífilis. Além disso, enfatiza o quanto é fundamental, para o tratamento da AIDS, da própria sífilis e até mesmo da hepatite B e da hepatite C, o diagnóstico precoce.

Serviço: testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite em Campo Grande (MS)

A Secretaria de Saúde de Campo Grande e a Universidade Federal do Mato Grosso do Sul estão realizando ações para aconselhamentos e testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite B e C.

Amanhã, dia 30 de novembro, as testagens rápidas acontecem no Hospital Prof. Esterina Corsini, o Hospital Dia do HU. Das 8:00 às 15:00. Levar documento com foto e cartão do SUS.

No sábado, 1º de dezembro, dia mundial da luta contra a AIDS e data que enfatizará a importância do uso do preservativo para a prevenção de diversas doenças, ações serão espalhadas pela cidade. Testagens rápidas para HIV, sifilis, hepatite B e C acontecerão no Camelódromo. Motoristas de aplicativos e a Cruz Vermelha distribuirão kits de prevenção.

Ouça a entrevista:

 

 

Compartilhar.

Deixe uma resposta