Lugar de mulher é onde ela quiser: elas dominam (até quando o assunto é exatas)! Entenda:

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Muitas jovens (do sexo feminino) abandonam a escola porque não se sentem acolhidas ou pertencentes ao grupo. A ideia é que a escola seja estimulante e agradável, o que auxiliará no desenvolvimento e engajamento em atividades, não apenas das jovens, mas de todos os estudantes.

Caio Dib, jornalista e especialista em educação, apresentou ao #CaféComBlink desta terça-feira (27) um projeto baseado exatamente neste princípio. No bairro Nova Lima, aqui em Campo Grande, a professora Franceille e o professor Guilherme, da Escola Estadual Lino Villachá, criaram o projeto chamado Lugar de Mulher.

Isso aconteceu depois que eles perceberam que, apesar das meninas da escola serem ótimas alunas em disciplinas como Matemática, Física, Química e Biologia, poucas mostravam interesse em seguir carreira na área de exatas. A desmotivação parecia algo cultural.

Lugar de Mulher tem como objetivo promover maior participação das alunas do ensino médio nas olimpíadas de ciência e tecnologia, além de criar espaço propício para o empoderamento feminino.

Agora é que são elas (nas exatas!)

A fotografia foi a melhor solução para mostrar que lugar de mulher é onde ela quiser. Além do apoio às alunas que desejam participar das oficinas, foram feitas oficinas de produção fotográfica, com a construção de uma câmera analógica de baixo custo.

O projeto chegou a ser escolhido em nível nacional pelo edital Elas nas Exatas, promovido pelo setor feminino da Organização das Nações Unidas e outros institutos.

Na próxima quinta-feira (29), será realizada uma exposição com as fotos das alunas lá na Escola Estadual Lino Villachá (R. Aroldo Pereira 887). Na sexta-feira (30), a exposição acontecerá no Tribunal de Justiça Eleitoral (Av. Des. Leão Neto do Carmo, 23).

E nas olimpíadas de astronomia…

Este ano, o interesse das meninas em participar das Olimpíadas de Astronomia aumentou tanto que, lá na Escola, foi formado um clube de astronomia! Parabéns pela iniciativa, E. E. Lino Villachá!

Para saber mais sobre os projetos apresentados por Caio Dib e também sobre o Caindo no Brasil, acesse o site e as redes sociais!

 

 

Compartilhar.

Deixe uma resposta